Quem sou eu

Minha foto

 
-Graduação em Medicina Humana pela UNESP- Faculdade de Medicina de Botucatu
-Residência médica em Otorrinolaringologia pela UNESP- Faculdade de Medicina de Botucatu
-Título de especialista em Otorrinolaringologia pela ABORL-CCF/ AMB /MEC
-Especialização (Fellow) em Otologia pela UNIFESP- Escola Paulista de Medicina
-Mestre em Otorrinolaringologia pela UNIFESP - Escola Paulista de Medicina

Endereço e contatos:

"Seja a mudança que quer ver no mundo"

(Dalai Lama)


Consultório:


- R. Cubatão, 86, conj. 1407, Paraíso, São Paulo

Fone: 11 23897016/ 11 43016874


e-mail: baarossini@gmail.com

O que são as aftas?

O que são as aftas?
Aftas são pequenas lesões (úlceras) dolorosas, esbranquiçadas e com uma auréola vermelha que aparecem na mucosa bucal e permanecem por em média 7 a 10 dias. Tais lesões são de ocorrência bastante comum, estando presentes em 10 a 20% da população.

Quais são as causas das aftas?
A causa destas lesões ainda é desconhecida. Alguns fatores, porém, podem estar relacionados, como infecções virais ou bacterianas, deficiências nutricionais, alterações hormonais, estresse, trauma (ato de morder os lábios ou língua, uso de aparelhos ortodônticos), alergias alimentares, anormalidades imunológicas. Eventualmente, alimentos e frutas ácidas como o abacaxi e o limão, assim como temperos picantes, podem funcionar como possíveis indutores da formação de aftas.

Curriculo

-Link para o currículo lattes:

http://lattes.cnpq.br/2885866749358140

Estamos preparados para ajuda-los em doenças como:

- Rinites e sinusites

- Obstruçao nasal e desvio de septo


- Ronco e apnéia do sono

-Amigdalites

- Doença do refluxo gastro-esofágico

- Rouquidão

- Labirintite e tonturas

- Zumbido

- Surdez

- Otites

- Orelha de abano


Orientações para o tratamento de Doença do Refluxo Gastro Esofágico:

1. Evitar refeições copiosas, isto é, fracionar a alimentação, comendo pouco várias vezes ao dia.

2. Evitar deitar logo após a refeição, esperar cerca de 1 hora.

3. Evitar o consumo de alimentos muito condimentados e gordurosos.

4. Diminuir consumo de café, chá preto, refrigerante, doces e chocolate.

5. Evitar usar roupas apertadas.

6. Perder peso.

7. Realizar exercício físico regular (caminhadas hidroginástica ou natação 1hora pelo menos três vezes por semana).

8. Caso os sintomas piorem, procurar serviço mé